Todos contra o tráfico de pessoas 
Entre em contato
sábado 25 de abril de 2015

// Notícias

V Simpósio Internacional para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas – Carta de Fortaleza

cartaz-vertical-tráfico-pessoas-cnj (7)

CARTA DE FORTALEZA Os participantes do “V Simpósio Internacional para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas”, realizado nos dias 16 e 17 de abril de 2015, em Fortaleza, Ceará, por meio desta CARTA, DECLARAM A INTENÇÃO DE, EM CONJUNTO E/OU DENTRO DA ÁREA DE ATUAÇÃO DE CADA INSTITUIÇÃO, implementar ações, reciprocamente integradas, para o enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, da seguinte forma: 1. Revisar e atualizar a legislação penal e processual penal sobre o enfrentamento ao tráfico de pessoas, tais como propostas em tramitação no congresso nacional, solicitando urgência na […]

// Vídeos

Tragédia no Mediterrâneo: UE declara guerra aos traficantes de seres humanos

A União Europeia declarou guerra aos traficantes de seres humanos que enviam para o mar Mediterrâneo embarcações cheias de imigrantes clandestinos. No final da reunião extraordinária de ministros dos negócios estrangeiros, que decorreu esta segunda-feira, no Luxembrugo, a chefe da diplomacia europeia explicou que se decidiu “ avançar com criação de uma força conjunta de luta contra o tráfico e as redes de tráfico de pessoas. Estas equipas podem entrar em ação de imediato”.

Estas equipas vão ter autoridade para destruir as embarcações e repatriar os imigrantes. Alvo de muitas críticas por falta de ação no terreno e falta de solidariedade, os líderes dos 28 vão reunir-se esta quinta-feira numa cimeira europeia extraordinária convocada pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk. O poláco garante que “não espera que seja encontrada uma solução instantânea para as causas da imigração clandestina. Porque, essa solução não existe. Se existisse já a teriamos usado há muito tempo. Mas esperamos que a Comissão e o Serviço de Ação Externa apresentem opções para ações imediatas”.

// World-news

Premiê italiano declara guerra a traficantes de seres humanos

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, declarou guerra aos traficantes de seres humanos quatro dias após um navio com 850 imigrantes naufragar no Mar Mediterrâneo, tornando-se a pior tragédia da história da região desde o final da Segunda Guerra Mundial, em 1945.

“Não todos os passageiros dos navios de traficantes são famílias inocentes. O nosso esforço para combater o terrorismo no norte da África deve aumentar e superar esta ameaça, que cria um terreno fértil para o tráfico de seres humanos”, disse Renzi.

“Os traficantes de seres humanos são os senhores de escravo do século 21 e devem ser levados à Justiça”, criticou o premiê.

A Itália, que frequentemente serve de porta de entrada para imigrantes africanos, afirma que o fluxo migratório é causado pela crise política na Líbia, que gera milhares de refugiados. Devido à instabilidade local, traficantes se aproveitam para organizar cruzadas ao mar.


Webdesigner - Heldson Luiz da Silva
Jornalista - Cindhi Belafonte