Todos contra o tráfico de pessoas 
Entre em contato
domingo 30 de agosto de 2015

// Notícias

Trabalho escravo, tráfico de pessoas, discriminação

progamação

  Na próxima sexta-feira (dia 28), será realizado na Uniso o seminário Aspectos Relevantes: Trabalho Escravo, Tráfico de Pessoas e Discriminação, promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo link: http://goo.gl/ci93TM O evento tem apoio do Ministério Público do Trabalho em Campinas, OAB Sorocaba, Uniso e ECOSS Educação Profissional. INSCREVA-SE  Fonte: http://uniso.br/noticias/EvCompleta.aspx?noticia=4634

// Vídeos

Funcionários e ex-fiéis contam o que acontece em seita investigada pela PF

A Polícia Federal prendeu um pastor acusado de manter os fiéis como trabalhadores escravos, enquanto os dirigentes da igreja são investigados por negócios milionários. O nome é “Comunidade Evangélica Jesus, a Verdade que Marca”. Confira os relatos de ex-fiéis que escaparam da seita.

“Eu estava sendo aniquilado perante o país. Perante a nação evangélica. E perante a própria igreja”, disse o pastor Cícero em um vídeo.

O pastor Cícero Vicente de Araújo foi preso esta semana pela Polícia Federal, com mais cinco pessoas. No vídeo, até este domingo (23) inédito, gravado em São Paulo em 2008, o pastor reclama das primeiras investigações sobre a igreja que ele fundou.

// World-news

Naufrágio na costa da Líbia pode ter matado mais de 200 imigrantes

Forças armadas atiram garrafas de água para um grupo de imigrantes ilegais durante operação de resgate na costa da Líbia

Autoridades da Líbia temem que o naufrágio de uma balsa lotada de imigrantes possa ter matado mais de 200 pessoas nesta quinta-feira. Segundo a agência de notícia Reuters, a embarcação com cerca de 400 imigrantes afundou na costa da Líbia, perto do porto de Zuwara, no oeste do país, um ponto de saída para refugiados que buscam chegar à costa da Itália.

Um membro da guarda costeira líbia que não quis se identificar contou para a agência que 201 pessoas foram resgatadas, das quais 147 foram encaminhadas para um centro de detenção para imigrantes ilegais em Tripoli. As autoridades acreditam que muitos dos que estavam a bordo ficaram presos no porão quando a balsa afundou. A embarcação carregava imigrantes de Marrocos, Bangladesh, Síria, Paquistão e da África subsaariana.


Webdesigner - Heldson Luiz da Silva
Jornalista - Cindhi Belafonte